quinta-feira, abril 06, 2006

meus caros amigos S. e N.,
escrevo-vos porque temo que, dadas as stressantes circunstâncias de um safari moderno, voltem desapaixonados de África. ai :(
escrevo-vos porque a viagem que vão fazer não vos dará espaço para fazerem a tal viagem interior que África nos exige, a tal viagem instrospectiva, o tal contacto com as origens dos principios de tudo, com a pureza das poucas coisas que ainda existem naturalmente só por existir.
escrevo-vos porque temo que não possam experienciar como deveriam a grandeza das pequenas coisas, por não terem tempo para ficarem horas só a ouvir, horas só a ver, o sol a descer, a mutação da veracidade das coisas, porque em África uma coisa é verdade ao amanhecer e mentira pelo meio-dia e não devemos respeitá-la mais do que ao maravilhoso e perfeito lago bordejado de ervas que se vê além da planície salgada crestada pelo sol. Atravessámos essa planície pela manhã e sabemos que tal lago não existe. Mas agora está lá e é absolutamente verdadeiro, belo e verosímil.
escrevo, finalmente - em jeito de lembrete, porque insisto para que o leiam antes da partida!!! - para que não se esqueçam do nome do livro "VERDADE AO AMANHECER " do HEMINGWAY.
e depois, quando chegarem,
BEIJEM-NA, CARALHO!

tanzania^2002

1 comentário:

Joki disse...

buena imágen,
saludos.